RECABITAS DO SÉCULO XXI – Jr 35

RECABITAS DO SÉCULO XXI – Jr 35

Há algum descendente de italiano em nosso meio?
Tem algum descendente de alemão? Há ucranianos? Onde estão os espanhóis? Temos algum árabe? Onde estão os japoneses?

Onde estão os brasileiros?

Tem, por acaso algum Recabita por aqui? Pois deveria ter.

Vamos tentar entender um pouco este texto:
Num belo dia chega uma caravana formada por um povo estranho em Jerusalém.
Um povo nômade que não fixava residência em lugar nenhum.

Um povo que viera para Jerusalém a fim de se proteger da guerra.
Um povo que chamava a atenção pela sua particularidade e forma singular de viver.
Os Recabitas eram um povo diferente no meio da multidão.
Em nossos dias somos engolidos pela multidão.

A vida deles não era determinada pelas pressões do meio.
Em nossos dias somos levados pelas pressões do meio.

Eles não pautavam a vida pela volúvel cultura humana.
Em nossos dias abandonamos os referenciais do passado.

O povo de Israel tinha muito a aprender com os Recabitas.Nós também temos muito a aprender com os Recabitas.

COMO PODEMOS MARCAR A NOSSA GERAÇÃO?

I. Sendo um povo que vive sob a influência divina.

* Os recabitas não viviam sob a influência da multidão.

Jeremias também não vivia sob a influência da multidão.Ele não era um profeta do deserto, era um profeta da cidade.

Os Recabitas também passavam por várias cidades.Mas não eram os costumes locais que determinavam sua prática.

Nós temos um desafio no séc. XXI: viver sob a influência divina.
• As pessoas vivem sob a influência das massas. Se todo mundo faz, deve ser certo.
• As pessoas vivem sob a influência dos números. Se um livro vende milhões de cópias deve ser bom e verdadeiro.
• As pessoas vivem sob a influência do diabo. As pessoas mentem, enganam, fingem, traem, e são indiferentes.Esse é o retrato de uma sociedade sob influências erradas.

O que tem regido sua vida? Deus ou a multidão? Deus ou o diabo? Deus ou a cultura? Deus ou a sociedade?

Limpe sua vida das influências erradas. Vamos deixar que o Senhor modele o nosso íntimo, dirija nossa vida treine nossas percepções, determine nossos pensamentos e forje nosso caráter.

COMO PODEMOS MARCAR A NOSSA GERAÇÃO?
II. Sendo um povo determinado a fazer a vontade de Deus.
Deus fala com Jeremias e lhe dá algumas instruções. Jeremias faz exatamente como Deus havia ordenado.

Deus envolve os Recabitas numa lição que queria dar para Israel.Então Jeremias convida os Recabitas para um almoço no templo.
Tinha que ser num lugar onde todo mundo pudesse passar e ver.
Então Jeremias prepara um belo cardápio regado a muito vinho. Ele enche as taças e diz para eles: bebei vinho.

Aparentemente não havia nada de errado nisso. Mas, eles disseram: não beberemos vinho.
Por quê? Porque nosso antepassado nos deu uma ordem. Porque este é um princípio inegociável para o nosso povo.

Essa era uma lição que Deus queria ensinar ao seu povo.

Os Recabitas orientam suas vidas pelas recomendações de Recabe, seu antepassado. Mas, o meu povo não me obedece. O meu povo transige, não faz diferença, absorve a cultura e vive como todo mundo vive.

Deus quer encontrar os Recabitas do séc. XXI.
Quem são eles?

1. São as pessoas que determinam suas práticas pela vontade de Deus.

2. São as pessoas que conduzem suas vidas por uma ordem pessoal e não pelas pressões da massa.

3. São as pessoas que mantém um modo de vida singular sem ser levados pelos modismos da sociedade.

4. São pessoas orientadas pelos antigos mandamentos de Deus e não pelos comportamentos atuais.

COMO PODEMOS MARCAR A NOSSA GERAÇÃO?
III. Sendo um povo que permanece no relacionamento com Deus.

Os Recabitas mantinham um relacionamento com aqueles que consideravam um pai.
Mas, o povo de Deus não mantinha o relacionamento com Ele.

Então Jeremias diz: vocês também têm um pai. O próprio Deus. Mas, o povo Deus já não mantinha um relacionamento com Ele.

Se há uma verdade é a de que Deus quer se relacionar conosco.
Mas, tem muita gente que está distante do pai.Perdeu-se no caminho, tomou atalhos, foi para lugares estranhos.
Mas, o que Deus queria mostrar para o seu povo é que ele estava de braços abertos para recebê-los de volta.

CONCLUSÃO:

Desafios para você acerca do relacionamento com Deus:
• Aprofunde – Vá mais fundo. Lá estão os tesouros.
• Eleve – Voe mais alto. Alcance um degrau a mais.
• Aumente – Dê uma dimensão maior. Migre para um estágio superior. Não permaneça como iniciante.
Como podemos melhorar nosso relacionamento com Deus?
1. Orando – Às vezes a vida tá um caos porque falta oração.
2. Meditando – Absorvendo a palavra de Deus.
3. Participando – Tendo experiências que edificam.
4. Vivendo em sinton
ia com o Espírito Santo – Deixando o Espírito controlar nossas vidas.

Assim novos Recabitas surgirão para fazer diferença no séc. XXI.

FONTE: http://www.pippg.com.br

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: